quarta-feira, julho 24, 2024
InícioDestaquesIndicador-chave para a avaliação econômica: PIB reflete crescimento e tendências

Indicador-chave para a avaliação econômica: PIB reflete crescimento e tendências

Deisi Diel Weber, professora de Administração do Cesuca, explica sobre o Produto Interno Bruto e o seu impacto nos próximos meses

Cachoeirinha, 03 de agosto de 2023 – O Produto Interno Bruto (PIB) é amplamente reconhecido como um indicador base para avaliar o crescimento econômico de um país e consiste na soma de todos os bens e serviços finais produzidos por uma nação, estado ou cidade, geralmente em um ano. Todos os países calculam o seu PIB nas suas respectivas moedas.

Segundo a Profa. Ma. Deisi Diel Weber, professora de Administração do Centro Universitário Cesuca, a produção é a principal atividade econômica a ser medida, pois reflete a capacidade de atender as necessidades da população consumidora, e o crescimento econômico de um país é justamente o aumento do que foi produzido naquele período. Através do desempenho do PIB, é possível analisar a evolução do crescimento econômico em um determinado período (1 ano, por exemplo) e fazer comparações internacionais sobre o tamanho das economias dos diversos países.

“Para compreender o cálculo do PIB, é importante considerar apenas o valor dos bens ou serviços finais para evitar o problema de dupla contagem, levando em consideração também os impostos sobre os produtos comercializados. Ao analisarmos sob a ótica da demanda se está atrelando os possíveis destinos do produto, ou seja, para que e por quem são adquiridos, incluindo desde o consumo das famílias, das empresas, do governo. Mais precisamente, consumo, investimento, exportação e importações. Já o conceito de renda refere-se à remuneração dos fatores de produção envolvidos no processo produtivo, que podem ser de salários pagos ao trabalho, juros que remuneram o capital de empréstimos, aluguéis, lucros e impostos. O fato é que o valor adicionado em cada etapa produtiva corresponde à remuneração dos fatores envolvidos naquela etapa, representando a soma das remunerações”, explica.

Mas, é fundamental destacar que o PIB é apenas um indicador síntese de uma economia, ajuda a compreender um país, mas não reflete aspectos importantes como a distribuição de renda, qualidade de vida, educação e saúde, que são elementos cruciais para o desenvolvimento, considera Deisi. O crescimento econômico se refere à expansão quantitativa da produção; o desenvolvimento abrange aspectos mais amplos e qualitativos desse crescimento. “Necessário entender que quanto maior a quantidade de bens produzidos em um país maior a possibilidade de as pessoas satisfazerem suas necessidades, portanto melhores devem ser as condições dessas pessoas de viverem bem”, explana.

A docente lembra que a análise do PIB per capita, que representa a produção total dividida pelo número de habitantes, aponta uma medida aproximada do grau de desenvolvimento de um país. No entanto, é necessário considerar que um alto PIB per capita pode mascarar uma má distribuição de renda, o que indica menor desenvolvimento.

“O PIB não é o total da riqueza existente em uma nação. Esse é um equívoco muito comum, pois dá a sensação de que o PIB seria um estoque de valor que existe na economia, como uma espécie de Tesouro Nacional. Mas, na realidade, é um indicador de fluxo de novos bens e serviços finais produzidos durante um período”, reforça Deisi.

A docente ainda relata que, no contexto atual, é importante destacar o desempenho do PIB no Brasil. “No ano de 2022, o PIB brasileiro atingiu R$ 9,9 trilhões, representando um crescimento de 2,9% em relação ao ano anterior. No primeiro trimestre de 2023, houve um crescimento acumulado de 1,9% em relação ao último trimestre de 2022 e de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Dessa parcela, 1,7% provém da escalada do setor agropecuário, que registrou avanço de 21,6% no primeiro trimestre de 2023. É um crescimento expressivo, atrelado à safra recorde de grãos, especialmente de soja, sendo considerado o melhor crescimento dos últimos 27 anos”.

“É importante ressaltar que o setor agropecuário, que corresponde a 8% do PIB total, tem um impacto significativo na economia brasileira, pois influencia outras atividades da cadeia produtiva nacional. Enquanto isso, o setor de serviços representa 70% da atividade econômica”, contrapõe Deisi.

Outros fatores contribuem para o crescimento do PIB de um país, como investimentos em infraestrutura, máquinas, equipamentos, tecnologia, o consumo que impulsiona o crescimento da demanda, investimentos em áreas como saúde, educação, estímulo às exportações, inovação e avanços tecnológicos, além do desenvolvimento e a qualificação da força de trabalho, estabilidade política e institucional para criar um ambiente favorável aos negócios e aos investimentos. “O crescimento econômico resulta da combinação desses vários fatores interligados”, diz.

Deisi ainda considera a relevância do PIB como indicador-chave para avaliar o tamanho e o crescimento das economias. “Existe um debate em curso sobre o desenvolvimento de medidas alternativas e complementares ao PIB para fornecer uma visão mais abrangente do progresso econômico. Mas, sua continuidade é imprescindível afim de realizar uma análise mais aprofundada e apurada do cenário econômico, ajudar na formulação de políticas e tomada de decisões”, pontua.

Sobre o Cesuca

Localizado em Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre, o Centro Universitário Cesuca é uma das referências no ensino superior gaúcho pela sua excelência na qualidade acadêmica. Possui elevados índices de avaliação é considerado o melhor Centro Universitário do Rio Grande do Sul e também está na 6ª colocação entre instituições públicas e privadas do Estado, segundo o Índice Geral de Cursos (IGC) 2019, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). Oferece dezenas de cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão, também com excelentes conceitos do MEC. A Instituição pertence ao grupo Cruzeiro do Sul Educacional, um dos mais representativos do País, que reúne instituições academicamente relevantes e marcas reconhecidas em seus respectivos mercados. Visite: www.cesuca.edu.br  e conheça o Nosso Jeito de Ensinar.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments